Logotipo

Palestra com o Cardeal Dom Sérgio da Rocha em Tubarão

(13/03/2019)

O Encontro na Catedral

O Cardeal Dom Sérgio da Rocha estará em Tubarão nos dias 13 de 14 de março. Dom Sérgio virá a Tubarão para participar de um Encontro com os bispos de Santa Catarina e outras lideranças das dioceses catarinenses.
Aproveitará sua presença em Tubarão para, na noite do dia 13, encontrar-se com a juventude da diocese, lideranças, presbíteros, religiosas, famílias e com quem mais desejar fazer-se presente. O encontro será na Catedral Diocesana, às 19h30.

Cardeal Dom Sérgio

O cardeal Dom Sérgio da Rocha é o Arcebispo de Brasília e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A convite do Papa Francisco, foi o Relator Geral do Sínodo dos Bispos sobre a Juventude, no Vaticano, nos dias 3 a 28 de outubro de 2018. Dom Sérgio também participou, em 2012, do Sínodo da Nova Evangelização, e em 2015, do Sínodo da Família.

O Sínodo sobre a Juventude

Este será o assunto principal no encontro com o cardeal Dom Sérgio da Rocha.  Dom Sérgio falará de sua experiência como Relator Geral, da preparação do sínodo que contou com a participação de jovens do mundo inteiro, de temas polêmicos que estiveram no debate e principalmente do documento final, cujo processo de elaboração foi mediado por dom Sérgio e imediatamente, terminado o Sínodo,  aprovado pelo papa para ser publicado. O Sínodo dos Bispos sobre a Juventude teve como tema “Os Jovens, a Fé e o Discernimento Vocacional”.

O documento final

O documento final do Sínodo está estruturado em três grandes partes, a partir da passagem do Evangelho que narra o episódio dos discípulos de Emaús. Na primeira parte - “Caminhava com eles” (Ver) - é apresentado o contexto no qual os jovens estão inseridos. Ressalta-se a Igreja em escuta, apontam-se três pontos cruciais (ambiente digital, o fenômeno migratório e abusos) e são abordadas questões como identidade e relacionamento, além do ser jovem hoje.

A segunda parte - “Eles abriram os olhos” (Julgar) - reforça o papel renovador da juventude na Igreja, “portadora de uma santa inquietude”. Acolhimento, respeito e acompanhamento ao dinamismo dos jovens são indicações deste trecho, que aborda o dom da juventude, o mistério da vocação, a missão do acompanhamento e a arte de discernir.

Na terceira parte - “Partiram sem demora” (Agir) - são pontuados a sinodalidade missionária da Igreja, o caminhar juntos no cotidiano, o renovado ímpeto missionário e a formação integral. É desta parte do texto que sai o convite às Conferências Episcopais e às Igrejas particulares para prosseguir no processo de discernimento com o objetivo de elaborar soluções pastorais específicas à realidade juvenil.

MAIS NOTÍCIAS